A quarentena trouxe consigo a cobrança da produtividade.

A quarentena trouxe consigo a cobrança da produtividade.

03 de Agosto de 2020

Por Beatriz Rossato | 

Mas você sabe o poder da pausa?

Nada contra quem conseguiu e consegue ser super produtivo nessa quarentena. Mas, o que definitivamente eu não concordo é essa pressão bizarra de que PRECISAMOS produzir.

Afinal, tudo bem você influenciar hábitos positivos, mas o errado aqui é IMPOR uma conduta.

“Todo excesso traz, em si, o germe da autodestruição”, dizia Aldous Huxley. Assim, em tempos pandêmicos, o excesso de informação tem deixado as pessoas, as quais trabalham ou consomem conteúdos digitais, imersas em um mar de temáticas. Todavia, esse aumento progressivo traz consigo a cobrança da produtividade.

A guerra pela atenção dentro da Internet não é de agora, porém se intensificou com o isolamento social. Lives. Cursos. Treinos em casa. Essas são algumas temáticas apresentadas que nos influenciam e nos cobram a exaltar a fartura de tempo que nos foi dada. Entretanto, o que era para ser benéfico, acaba por ser prejudicial, uma vez que cria uma cultura de “expectativa de desempenho.”

CALMA! Você, criador de conteúdo digital, pode e deve influenciar bons comportamentos a seus seguidores, desde incentivá-los a praticar yoga ou começar algum curso online. Mas, caso esteja um pouco mais introspectivo, faça o que for possível e está tudo bem. Comunique seu público sobre essa fase e com certeza mais pessoas irão se identificar com você.

Agora você, consumidor de conteúdo, RESPIRA! Saiba que essa procura incessante pela produtividade é apenas reflexo de uma sociedade que julga qualquer momento não aproveitado, como um desperdício para criar uma oportunidade de lucro ou de avanço pessoal. Vá com calma.

Reconhecendo nossos próprios limites físicos e mentais, iremos “sobreviver” a esse cenário e não “transcender” como nos é salientado. Caso contrário, retomando o escritor inglês Aldous Huxley, o excesso de informação autodestruirá a nossa saúde mental.

 

Sobre a Bea:
Estudante de Psicologia e criadora do Instagram @beatrizrossato que aborda sobre saúde mental para internet. Selecionada em 2018 para o YouPix Creators Boost, através do canal 1quarto, foi premiada em 2º lugar com o case “Relacionamento Sério” na categoria Content no Stories Festival. Com essa experiência, busca orientar e oferecer suporte a creators e consumidores do meio digital.

CADASTRE-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES